sábado, 26 de maio de 2012

Indiretas já!



Uma sátira venenosa da música “Roda Viva”, apresentada por Chico Buarque e MPB-4 nos festivais da época da ditadura.

Plim Plim coloriu 89, editou pra não ver Lulala = referência ao apoio da Globo a Fernando Collor nas eleições presidenciais (e o boicote ao Lula na edição de um debate entre os então candidatos).

Olimpíada não se promove, é bueno a boca calar = referencia às Olimpíadas de Londres, cujos direitos de transmissão foram comprados pela Record e não podem ser mencionadas pelos apresentadores da emissora, como Galvão Bueno.

Liberta a raposa do cabo = briga para que a Fox Sports saia da TV a cabo e vá para a TV aberta.

Chato que não deu pra acabar = referência ao filme “Chatô, o Rei do Brasil”, dirigido por Guilherme Fontes e que não foi terminado, embora tenha consumido muitos recursos da Lei de Incentivo à Cultura.

Tem cenoura no angu do Gomes = o Angu do Gomes era uma barraquinha muito famosa no Rio de Janeiro nas décadas de 50 a 80, mas esse trecho se refere ao boato de 2008 onde o ator Mário Gomes teria ido para o hospital com uma cenoura entalada no rabo.

Veste a carapuça pra lá = na época que contou a história da cenoura, Daniel Filho não revelou o nome do ator.

Todo mundo já foi pra band, tem argentino, tem arregão = ida do Pânico pra band onde o argentino é o Bolinha e o arregão é o Ceará.

Quem mexeu com os garis ontem… = Boris Casoy falando mal dos garis e virou piada na net.

Nem tudo é possível sem flores, marido falou muito mais = Chris Flores saiu do Tudo é possível por causa de a briga com o marido da Ana Hickman.

Papa raso quem não teve fama = Paparazzi e as fofocas da TV Fama (da Rede TV).

Erra sete pra desinformar = Referência ao portal R7.

Tem gente que não é criativa, copia faz mix por lá = Indireta para a mix tv que copiou os (conceitos dos) programas da MTV.

Mas quando a casseta vai fundo nem adianta miar = sobre o novo programa do Casseta e Planeta e a contratação da Mia Mello para ajudar a melhorar.

Agora é tarde, saturday é sunday = Mais um talk-show (como o Agora É Tarde), o Saturday Night Live brasileiro vai ser no domingo.

Quanto é que custa o Maracanã = sobre as falhas no projeto e orçamento da reforma do estádio.

A tarde é suja de sangue = “A Tarde É Sua”, da Sonia Abraão só mostra morte e sangue nas tardes.

O Rei fazendo operação = Dr. Rey mostrando cirurgias plásticas na Rede TV
Pastor só sai de madrugada, rebanho não pode enxergar = Fala que te escuto, que passa de madruga.

Dizem-me (dízimo) que quem não paga, mais cedo (Macedo) ou mais tarde cai cai = referência às idas e vindas de José Luiz Datena, que saiu da Record do Bispo Macedo sob multa, foi para a Band, depois voltou para Record, foi limado pela diretoria, que colocou ele em horários estranhos, voltou para a Band e hoje apresenta, além do “Brasil Urgente”, o “Quem fica em pé?”, programa em que os perdedores caem em um alçapão.

ET massageou minhas costas, desculpe errei de TV (Rede TV) = O depoimento de Daniela Albuquerque sobre sua experiência física com ETs.

Está a maior zorra na praça, só pra agradar a classe C = “A Praça é Nossa” e “Zorra Total”, que tem a classe C com público-alvo.

Anãozinho, bunda gigante, tem dançarino, competição, vai já pro sofá figurante, reality vale um milhão = Legendários, Rodrigo Faro, A Fazenda?

Um belo monte de artistas, pra gota d’água não cair = Referência ao projeto gota d’água, contra a construção da usina belo monte, que contava com a presença de muitos artistas e que fez um certo buzz na internet.

Mas no delta da cachoeira, tucano não pode sorrir = Fala sobre o imbróglio das suspeitas de corrupção da Construtora Delta, do bicheiro Carlinhos Cachoeira. Tucano é o símbolo do PSDB.

Calou-se o prefeito na sombra, o André deu perda total = Sobre o escândalo Celso Daniel, que morreu por supostamente não concordar com a corrupção petista em Santo André e seu (suposto amante) assessor Sombra, que é réu nas investigações.

Ai que (Eike) bom ter o mapa da mina = Dizem que o pai do Eike batista soltou alguns mapas de minas de ouro para ele, antes de serem públicos.

Paris quem descobriu foi Cabral = Sergio Cabral, o dono da Delta, toalhas na cabeça, blog do Garotinho, Paris.

Fonte: Trabalho Sujo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário