sábado, 15 de janeiro de 2011

Gato nos EUA é intimado pela justiça para participar de júri.


Sal Esposito foi chamado para participar de um júri popular em Boston, no Estados Unidos. O único porém é que trata-se de um gato.

Os donos do animal, Guy e Anna Esposito, entraram com um pedido para anular a convocação, mas a solicitação foi negada.

No pedido, Anna disse que Sal não fala e nem entende inglês, uma das 10 exigências legais para qualificação do serviço, mas mesmo assim a justiça insiste no felino para compor o júri.

O problema começou porque a dona de Sal listou o nome do bicho em um recente censo do país. Ela inseriu Sal Esposito no tema “animais de estimação”, riscando a palavra “cão” para colocar no lugar a palavra “gato”, segundo informações do canal americano KWG.

De acordo com o Poder Judiciário local, os jurados são selecionados aleatoriamente por programa de computador, utilizando a lista apresentada anualmente por cada cidade. Se a intimação não for anulada, o animal deverá comparecer ao tribunal do condado de Suffolk no próximo dia 23 de março.

Nenhum comentário:

Postar um comentário